simple website maker

BLOG

Descomplicando o Casamento Católico na Itália

País sede do Catolicismo, a Itália conta com algumas igrejas mais lindas do mundo.

Desde grandes igrejas decoradas com inúmeras obras de arte, até igrejinhas mais rústicas, verdadeiros cenários de filmes! 

Quanto custa casar na Itália




Realizar um casamento católico na Itália para brasileiros é totalmente possível.

Basta que os noivos estejam bem assessorados para evitar dores de cabeça.


A maioria das igrejas italianas aceita realizar casamentos para estrangeiros, desde que os noivos providenciem alguns documentos. 

O primeiro passo, obviamente, é escolher a igreja e a data.

O segundo passo é comprovar que receberam os sacramentos anteriores: Batismo, Primeira Eucaristia e Crisma. E aqui infelizmente não tem "jeitinho". Caso um dos noivos não tenha por exemplo a Crisma, vai ter que se organizar para receber esse sacramento antes do casamento. 

Além disso, quando optam por realizar o casamento na Itália, os noivos estão abrindo mão de receber o sacramento do casamento em seu local de residência, e por isso irão precisar também de uma autorização da sua Paróquia para que o casamento seja realizado na Itália.

Ainda no Brasil os noivos deverão realizar a publicação dos proclamas.

Proclamas: Publicação da cerimônia religiosa de casamento que é fixada no quadro de avisos ou murais da Igreja. Resumindo, é uma publicação para que o casamento seja autorizado, comprovando que não existe nenhuma restrição para a realização da cerimônia católica. É aquele momento do fale agora ou cale-se para sempre, que na verdade não acontece durante a cerimônia como vemos nos filmes e sim durante esse período da publicação.

O casamento católico pode ser com efeito civil ou somente religioso.

Caso optem pelo casamento com efeito civil, os noivos deverão comparecer ao Consulado Brasileiro na Itália, em Roma ou Milão, dependendo de onde o casamento for acontecer.  

Já para o casamento somente religioso, os noivos deverão realizar o casamento civil antes de virem para a Itália.   

Falaremos mais sobre casamento civil em breve!

Com todos os documentos em mãos, é hora de enviar tudo para a Itália. 

Os documentos deverão ser entregues na Cúria local. 

A Cúria Diocesana é um organismo administrativo que cada diocese na Igreja Católica possui. É composta pelas principais autoridades da diocese. E é a Curia que irá emitir a autorização final para que o casamento possa acontecer. É importante dizer que a maioria das Cúrias exigem que a documentação seja traduzida para o italiano. 

Essa autorização da Cúria local deverá ser entregue na igreja onde irá acontecer o casamento.

 Para que todo o processo aconteça com tranquilidade, é preciso fazer tudo com antecedência, mas essa antecedência não pode ser superior a 6 meses porque do contrário os documentos caducam.

Parece complicado, porém com a ajuda de uma boa assessoria local tudo flui de forma tranquila e sem stress. Afinal é para isso que existe a figura da Wedding Planner, né?

É importante dizer que os noivos deverão realizar uma doação para a igreja onde vai acontecer a cerimônia católica e outra doação ao Padre que irá celebrar o casamento. Não necessariamente o Padre celebrante deve pertencer à paróquia escolhida. Na grande maioria das vezes a cerimônia é realizada por Padres brasileiros ou por um Padre italiano que fale português. Alguns noivos preferem trazer o Padre do Brasil, pela importância daquela figura nesse momento tão especial.

A cerimônia católica realizada na Itália é válida no Brasil e em todo o mundo.

Porque o que Deus uniu ninguém separa.

Amém.